NO AR
Evangelização

Papa Francisco nomeia bispo para a diocese vacante de Campina Grande, na Paraíba

11/10/2017 às 08:10

A Nunciatura Apostólica no Brasil comunicou nesta quarta-feira, 11, a decisão do papa Francisco em nomear bispo para a vacante diocese de Campina Grande, na Paraíba, dom Dulcênio Fontes de Matos, até então bispo de Palmeira dos Índios, em Alagoas. A decisão foi comunicada no jornal “L’Osservatore Romano”.

Dulcênio Fontes de Matos
Atualmente com 59 anos de idade, Dulcênio Fontes de Matos é natural de Lagarto (SE). Licenciado em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará e em Teologia pela pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (RJ), foi ordenado sacerdote em 14/12/1985, em Lagarto, sua terra natal. Cursou especialização em Filosofia e Epistemologia da Psicologia, pela UVC Ceará, de 1997 a 1998.

Atividades como presbítero
Como presbítero exerceu, entre os anos de 1985 a 1987, a função de sacerdote na paróquia Nossa Senhora da Piedade, em Lagarto (SE). De 1987 a 1992 foi presbítero na paróquia Nossa Senhora da Guia, em Umbaúba (SE). Foi administrador paroquial da paróquia São Francisco de Assis, em Cristanópolis (SE), em 1992. Entre 1989 e 1993 exerceu a função de coordenador diocesano da Pastoral da Juventude e Vocacional (1989-1993).

Foi diretor espiritual diocesano do Movimento Encontro de Casais com Cristo (ECC), em 1997. Também exerceu a função de professor de filosofia nas escolas municipais Benedito Barreto do Nascimento em Umbaúba (SE) e em Cristianópolis (SE) e no colégio Sagrado Coração de Umbaúba (SE).

Foi coordenador diocesano de Pastoral, em 1995. Lecionou a disciplina Liturgia, Espiritualidade e Eclesiologia no curso de extensão em Teologia da diocese de Estância, onde mais tarde, em 1998, foi diretor. Além disto, foi membro do conselho presbiteral e do conselho de consultores. Exerceu a função de pároco na catedral Nossa Senhora de Guadalupe, em Estância (SE), 1992-2001.

Atividades como bispo
Dom Dulcênio foi nomeado bispo em 18/04/2001 e adotou o lema “Pro Mundi Vita”. Sua posse foi em 16/06/2001, em Estância-SE. Exerceu a função de Bispo Auxiliar de Aracaju-SE, 2001-2006; Foi vigário geral da Arquidiocese de Aracaju e bispo referencial da Cáritas Nordeste (NE) 3 e do Nordeste 2, de 2008 a 2011. Também exerceu a função de presidente do Sub-regional NE 3. Foi bispo referencial da Pastoral da Sobriedade e 2º suplente da presidência do Regional NE 2.

 

Fonte: CNBB

 

Comentários

Mais da Rádio Espinharas

Evangelização

Papa: quem não sabe escutar transforma a fé em ideologia

Cidade do Vaticano (RV) – “Não cair na insensatez que consiste na incapacidade de escutar a Palavra de Deus e conduz &agr...

Evangelização

Papa na FAO: incluir na linguagem da cooperação a categoria do amor

Cidade do Vaticano (RV) - O Papa Francisco visitou, na manhã desta segunda-feira (16/10), Dia Mundial da Alimentação, a...

Evangelização

O Brasil tem 30 novos Santos: Papa canoniza mártires de Cunhaú e Uruaçu

Cidade do Vaticano (RV) – A Igreja tem 35 novos Santos, e entre eles, 30 brasileiros. Em cerimônia presidida pelo Papa Francisco...

© 2011 - 2017. Radio Espinharas - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: