NO AR
Política

Prefeitura e MP divergem sobre responsabilidade das demissões em Patos. Escute

15/05/2018 às 18:05

O prefeito de Patos, Dinaldo Wanderley Filho (PSDB), falou a imprensa local nesta terça-feira (15) e no momento afirmou que as demissões ocorridas recentemente se devem a uma determinação do Ministério Público da cidade de Patos, e que a gestão está apenas cumprindo. 

Ele ainda comentou que o município já conseguiu baixar de 68% para 58% o índice de responsabilidade fiscal, ou seja, que está buscando se adequar dentro das condições exigidas. O gestor também aproveitou o momento para enfatizar que o município necessita dos servidores e não pode continuar com as demissões, portanto, Dinaldinho deseja que haja certa compreensão da parte do Ministério Público. 

Promotor diverge 

Já o promotor Dr. Alberto Cartaxo, explicou que o papel do Ministério Público é de fiscalizar a aplicação das leis, e que a Lei de Responsabilidade Fiscal prevê um gasto máximo com a contratação de pessoal, o que já vem ocorrendo na cidade de Patos. Cartaxo garante que o MP vem apenas buscando a solução para tal problema. 

E destacou: 

- Desde o início da gestão que o prefeito já havia sido advertido da necessidade de obediência à lei de responsabilidade fiscal. E em razão do descumprimento da lei, o MP está buscando todas as vias necessárias para se fazer cumprir a lei. 

Cartaxo ainda revelou que alguns serviços a exemplo dos alugueis sociais e o fornecimento de cestas básicas, estão paralisados, provavelmente pela falta de dinheiro decorrente dos altos gastos com a folha de pessoal. 

Ouça mais detalhes nas entrevistas que seguem abaixo.

 

Matéria por Patosonline.com

Áudios: Higo de Figueirêdo - Rádio Espinharas e Adilton Dias (colaborador)


 

MATÉRIA CORRELACIONADA:

Juíza determina readmissão de contratados do processo seletivo que foram demitidos pelo prefeito de Patos

 

Através de decisão em caráter liminar da Dra. Vanessa Moura Pereira de Cavalcante, juíza da 4ª Vara Mista de Patos, a Prefeitura Municipal de Patos terá que readmitir 9 técnicos de enfermagem que foram demitidos pelo prefeito Dinaldinho Wanderley (PSDB).

A decisão foi tomada nesta segunda-feira, dia 14, em ação que teve o advogado Dr. Jorge Marcílio como auto em favor dos técnicos de enfermagem que se sentiram prejudicados com a demissão.

 

Matéria completa aqui:

 

http://www.patosonline.com/post.php?codigo=65517

 

Áudio Dinaldinho (Demissões)
Áudio Dr. Alberto Cartaxo - MP (Dinaldinho culpa MP por demissões)

Comentários

Mais da Rádio Espinharas

Política

Prefeito afastado Dinaldinho é intimado para esclarecer denúncia em licitação de R$ 8,2 milhões em Patos

O Prefeito afastado temporariamente sobre acusações de Ato de Improbidade, Dinaldinho Wanderley (PSDB) do Município de ...

Política

Câmara aprova projeto de lei que regulamenta circulação de veículos de tração animal em vias públicas

A Câmara Municipal de Patos aprovou em primeira e segunda votação o Projeto de Lei nº 62/2018 de autoria do vereado...

Política

Pesquisa Datafolha mostra Bolsonaro com 59% e Haddad com 41% dos votos válidos no 2º turno

O Datafolha divulgou nesta quinta-feira, 18, sua pesquisa de intenção de voto para a Presidência da República nas...

© 2011 - 2018. Radio Espinharas - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: