NO AR
Gerais

Movimento de proteção aos animais agora é Organização Não-Governamental na cidade de Patos

10/07/2018 às 07:07

O movimento mais atuante na causa de proteção aos animais de rua e em risco de vida agora é Organização Não-Governamental (ONG). Após vários anos, o Movimento Adota Patos tomou a decisão por necessidade de ter mais subsídios diante da demanda e dos novos desafios da luta na cidade de Patos.

Na noite desta segunda-feira, dia 09, representantes da ONG Adota Patos concederam entrevista ao Programa Polêmica, levado ao ar pela Rádio Espinharas às 18h00. Rafael Gomes, Benigna Dantas, Letúsia Nóbrega e Isabel Nóbrega se fizeram presentes para falar sobre a boa-nova.

Rafael Gomes, mais conhecido por Rafael da Civil, é o presidente da ONG recém-criada. Ele relatou que o trabalho dos voluntários começou a bastante tempo e foi tomando uma dimensão maior até surgir a necessidade de tomar um corpo jurídico diante da demanda e pela conquista da credibilidade na cidade de Patos. “Já temos CNPJ, já fizemos nosso registro e estamos providenciando uma conta, que o grupo precisa para que sejam feitas as doações e até mesmo para as prestações de conta...existe a possiblidade de reconhecimento da Câmara de Vereadores da utilidade pública da ONG Adota Patos”, comentou Rafael.

Como movimento de proteção aos animais, o Adota Patos realizou mais de 300 castrações apenas no ano de 2018. A castração de cães e gatos é fator primordial para conter a proliferação descontrolada que existe na cidade de Patos. A quantidade de animais que perambulam pelas ruas é notória em diversos bairros. Maltratados, doentes, provocando acidentes, transmitindo doenças, esses animais sofrem pela ausência de uma atenção maior do poder público. A ONG Adota Patos tem feito um trabalho de conscientização, adoção e cuidados aos animais, porém, com muitos esforços devido a quantidade e da necessidade destes.

Rafael falou que existe uma dificuldade no trabalho, pois o número de pessoas voluntárias é pequeno e os problemas de animais com problemas é cada vez maior. O presidente disse se faz necessário um engajamento maior da sociedade. Rafael reafirmou que a ONG age de forma independente, no entanto, existe a necessidade de parcerias com órgãos instituídos, sejam públicos ou privados.

Nesta terça-feira, dia 10, às 19h00, na Escola Vera Cruz, Rua do Prado, Centro de Patos, estará havendo uma reunião aberta para que as pessoas possam conhecer o trabalho do Adota Patos e também contribuir com a entidade.

 

 

Por Jozivan Antero – Patosonline.com

 

 

Assista entrevista com Rafael Gomes:

 

 

Comentários

Mais da Rádio Espinharas

Gerais

Prefeitura de Patos lança Edital para o Concurso Público: Veja aqui as Vagas Oferecidas, e todas as informações a respeito

A empresa Educa Assessoria Educacional lançou, na noite desta quarta-feira, dia 18 de Julho, o edital do concurso público n&de...

Gerais

Animal na pista faz mais uma vítima na PB 275, e revolta população de São José de Espinharas

Aconteceu na tarde desta quarta-feira, dia 18, no pátio central da Escola Estadual de Ensino Médio Monsenhor Manuel Vieira, po...

Gerais

Assessor da CAGEPA em Patos, explica como está se dando o abastecimento durante serviço da manutenção de adutora. Escute

Juraci Barbalho, assessor de comunicação da CAGEPA da cidade de Patos, falou à imprensa local nesta quarta-feira (18), ...

© 2011 - 2018. Radio Espinharas - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: