NO AR
Justiça

Promotor do Gaeco da detalhes sobre Operação “Cidade Luz” realizada em Patos e João Pessoa

02/08/2018 às 12:08

Em entrevista coletiva na sede do Ministério Público do Estado da Paraíba (MPPB) em Patos, o promotor do Gaeco Romualdo Tadeu Araújo Dias narrou com detalhes, à etapa paraibana Operação “Cidade Luz” deflagrada na manhã desta quinta-feira, nos municípios de Patos e João Pessoa em conjunto com o Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (MPRN), Polícia Civil do Estado da Paraíba (PCPB) e Polícia Militar do Estado da Paraíba (PMPB).

Autorizada pelo Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba a operação foi e estão sendo cumpridos 16 mandados de busca e apreensão em diversos locais de Patos e João Pessoa. Também foi decretada a prisão preventiva de um dos investigados, Múcio Sátiro Filho, chefe de gabinete do prefeito de Patos, Dinaldinho Wanderley.

De acordo com informações do promotor, a casa do irmão do prefeito de Patos também foi alvo de buscas. Em João Pessoa foram cumpridos mandados de busca. Já em Patos, os mandados foram cumpridos em vários bairros.

A investigação aponta o pagamento de propina e a existência de superfaturamento no contrato emergencial de iluminação pública firmado pela Prefeitura Municipal de Patos-PB no ano de 2017, com o envolvimento de agentes políticos, servidores comissionados e as empresas Enertec e Real Energy Ltda.

Há também provas de participação de outras empresas no fornecimento de propostas pré-ajustadas para a Concorrência Pública nº 01/2017, no município.

Os fatos ainda estão sob apuração e, posteriormente, novos esclarecimentos serão prestados à população.

Ouça a entrevista completa do promotor do Gaeco Romualdo Tadeu Araújo Dias sobre a Operação “Cidade Luz”.


Higo de Figueirêdo – Rádio Espinharas

Áudio Dr. Romualdo Tadeu Araújo Dias - Promotor Gaeaco (Operação Cidade Luz)

Comentários

© 2011 - 2019. Radio Espinharas - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: