NO AR
Gerais

Conselheira tutelar explica como se deu a assistência às vítimas de violência e morte no município de Condado. Ouça

28/08/2019 às 22:08

Ivaneide Pereira de Assis, suplente do Conselho Tutelar no município de Condado (PB), falou à reportagem da Rádio Espinharas nesta quarta-feira (28) e na oportunidade relatou sobre o que presenciou no tocante ao fato ocorrido naquele mesmo município, tendo em vista o homicídio brutal contra Juberlúcia Oliveira da Silva, de 30 anos, supostamente morta a facadas pelo ex-marido, Juberlânio Soares de Melo, na madrugada desta mesma quarta-feira.

A filha da vítima fatal, uma menor de 13 anos, também foi esfaqueada.

A conselheira disse que recebeu a diligência por volta das 02h00 da manhã. Ao chegar na residência observou que a menina já estava sendo socorrida pelos vizinhos e também pelo SAMU. Em seguida a vítima foi encaminhada para o Hospital Regional de Patos.

A conselheira disse ainda que entrou em contato com familiares da outra criança de 3 anos de idade, que presenciou todo o episódio, e que agora por diante ficará sob os cuidados de uma tia.

Ivaneide Pereira também contou que a menor de 13 anos que se encontra no hospital, ficará sendo assistida pelos parentes da cidade de Patos, inclusive pelo pai biológico.

Ainda sobre a criança pequena que presenciou o crime, a conselheira garantiu que ela será encaminhada para os serviços assistenciais necessários.

Ouça mais detalhes na entrevista que segue abaixo.


Matéria por Patosonline.com

Áudio – Higo de Figueirêdo (Rádio Espinharas)

 

Áudio Ivaneide Pereira de Assis - Suplente Conselho Tutelar (Homicídio em Condado)

Comentários

© 2011 - 2019. Radio Espinharas - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: